Edições da Especialização

História da Comunicação da Ciência


JO-008 | História da Comunicação da Ciência
Docente: Profa. Dra. Germana F. Barata
E-mail para contato: germanabarata@gmail.com
Horário: Segundas-feiras
Local: Dependências do Labjor

A história do desenvolvimento da comunicação científica influenciada pelas demandas e pelos contextos socioeconômicos. As descobertas científicas e suas implicações políticas e econômicas e os impactos na comunicação. As mudanças nos equipamentos e na linguagem acadêmica transformando as visões de ser humano e as percepções sobre o corpo, a saúde e o mundo. A comunicação pública com ascensão no final do século XIX, a influências das duas grandes guerras mundiais e a crescente necessidade de justificar os investimentos com ciência e tecnologia para a sociedade. A história da divulgação científica no Brasil e no mundo para que possamos melhor compreender o atual momento de reestruturação nas relações de produção do conhecimento e consumo das informações sobretudo com as enormes mudanças que a internet e as plataformas online propiciaram no modo de fazer e comunicar a ciência.

Programa

As aulas pressupõem a leitura de textos previamente selecionados, combinando o formato expositivo com o de seminários individuais e em grupo. Filmes e documentários, documentos históricos, assim como os textos das referências serão explorados dentro e fora do período das aulas. Os alunos deverão ainda realizar atividades, seminários e trabalho final de divulgação científica em diálogo com seu TCC, apresentá-lo em sala e publicá-lo em mídia da preferência do aluno.

Avaliação

Estudantes serão avaliados pela participação em sala de aula, conclusão de atividades propostas, apresentação em seminários e pelo trabalho final de acordo com a seguinte proporção:

Bibliografia

– BARATA, G., Caldas, G. & Gascoigne, T. Brazilian science communication research: national and international contributions. An. Acad. Bras. Ciênc. 2018, 90 (2), suppl.1: 2523-2542.

– BAUER, M. & Bucchi, M. (Edit.). Journalism, Science and Society. Routledge. 2007. 

– BRODY, D. E. & Brody, A. R. As sete maiores descobertas científicas da história. Cia das Letras.1999.

– BUCCHI, M. & Trench, B. Handbook of Public Commmunication of Science and Technology. New York: Routledge, 2008.

– COLEMAN, W. Biology in the nineteenth Century: the problems of form, function and transformation. New York: Cambridge University Press.1977.

– COLLINS, H. & Pinch, T. O Golem à solta: o que você deveria saber sobre tecnologia. Fabrefactum, 2010.

– FIGUEIRÔA, S. F. de M. (Org.). Um olhar sobre o passado: história das ciências na América Latina. Campinas, SP: Editora da Unicamp, São Paulo:Imprensa Oficial. 2000.

– FILGUEIRAS, C. A. L. Origens da ciência no Brasil. Química Nova, Vol.13, no.3, pp.222-229. 1990.

– FILGUEIRAS, C. A. L. Havia alguma ciência no Brasil setecentista? Química Nova, 21(3): 351-353. May/June 1998.

– FLECK, L. Gênese e desenvolvimento de um fato científico. UFMG, 2010.

– GAVROGLU, K. O passado das ciências como história. Porto: Porto Editora. 2007.

– JOHNSON, G. The ten most beautiful experiments. Vintage.2008.

– KRONICK, D.A. A history of scientific and technical periodicals: the origins and development of the scientific and technological press. Scarecrow Press. 1962.

– LOPES, M.M. O Brasil descobre a pesquisa científica. Editora Hucitec, 1997.

– MAGALHÃES, G. A introdução à metodologia da pesquisa: caminhos da ciência e tecnologia. São Paulo:Editora Ática.2005.

– MASSARANI, L., Moreira, IC. & Brito, F. Ciência e Público: caminhos da divulgação científica no Brasil. Terra Incógnita. 2004.

– MEADOWS, A.J. Communicating research. Academic Press Inc. 1998.

– MOTOYAMA, S. (Org.). Prelúdio para uma história: ciência e tecnologia no Brasil. Edusp/Fapesp. 2004.

– ORESKES, N. & Conway, E.M. Merchants of doubt: how a handful of scientists obscured the truth on issue from tobacco smoke to global warming. Bloomsbury Press, 2010. 

– PRACONTAL, M. de. A impostura científica em dez lições. São Paulo:Editora UNESP.2002.

– SOARES, L. C. (Org.). Da revolução científica à big (business) science. São Paulo-Niterói: Hucitec Eduff. 2001.

– THUILLIER, P. De Arquimedes a Einstein: a face oculta da invenção científica. Jorge Zahar Editor.1994.

– VICKERY, B. Scientific communication in history. London: The Scarecrow Press. 2000.

O Labjor é um centro de referência para a formação e para os estudos em divulgação científica e cultural. Oferece, de forma multidisciplinar, cursos de pós-graduação, e proporciona pesquisas e produtos culturais que contribuem para a análise da dinâmica das relações entre ciência e sociedade.
Universidade Estadual de Campinas - Unicamp
Rua Seis de Agosto, 50 - 3º piso - CEP: 13083-873
Fones: (19) 3521-2584 / 3521-2585 / 3521-2586 / 3521-2588
Ver endereço para envio de correspondências
LABORATÓRIO DE ESTUDOS AVANÇADOS EM JORNALISMO - UNICAMP