Disciplinas oferecidas conjuntamente:
JC020-A
JC008-A
JC006-A
JC010-A
JC101-A

Tópicos de Divulgação Científica e Cultural


JC101-A | Tópicos de Divulgação Científica e Cultural
Docente: Prof. Dr. José Horta Nunes
Horário: Terça-feira – das 9h às 13h
Local: sala de aulas do Labjor


Semestres em que a disciplina foi oferecida: 2016 - 2º Semestre,

Ementa 
LEXICOGRAFIA CIENTÍFICA E CULTURAL
O objetivo do curso é apresentar e discutir alguns tópicos de lexicografia científica e cultural, da perspectiva da análise de discurso no entremeio com os estudos urbanos e de divulgação científica e cultural. Serão contemplados procedimentos e técnicas lexicográficas para a escrita de verbetes, incluindo-se: seleção da nomenclatura, tipologias e projetos de verbetes, discussão sobre as fontes, constituição de corpora e prática de redação. Consideram-se as questões da leitura de arquivo, da escrita lexicográfica e da divulgação científica e cultural na relação com a sociedade e a história. As aulas serão compostas de apresentações, discussões e oficinas de redação.

BIBLIOGRAFIA
AUROUX, S. Listas de palavras, dicionários e enciclopédias. O que nos ensinam os enciclopedistas sobre a natureza dos instrumentos lingüísticos. Línguas e Instrumentos Linguísticos, nº 20, jul-dez 2007, p. 9-23.
BOSREDON, B. Os nomes próprios e suas imagens nos dicionários ilustrados. Entremeios: revista de estudos do discurso. v.6, jan/2013. Disponível em <http://www.entremeios.inf.br>.
CELADA, M. T.; COSTA, M.; BRIANEZI, D. Sobre el funcionamento de ciertos preconstruídos em los títulos de dicionários de lengua española. Las marcas de uma historia. Línguas e Instrumentos Linguísticos, nº 36, jul-dez 2015, p. 267-291.
COLLINOT, A.; MAZIÈRE, F. “O enunciado definidor: discurso e sintaxe”, in História e sentido na linguagem. Campinas: Pontes, 1989.
COLLINOT, A.; MAZIÈRE, F. Un prêt à parler: le dictionnaire. André COLLINOT et Francine MAZIÈRE. Paris, Presses universitaires de France, 1997.
DESCENDRE, R. A politização do mundo. Campinas: Editora da Unicamp, 2015.
FARINA, A. Les “Realia francofones” dans les dictionnaires: le modele d’une traduction extotisante”, Ela. Études de linguistique appliquée 2011/4 (nº 164), p. 465-477.
GUILHAUMOU, J.; MALDIDIER, D. Efeitos do arquivo. A análise do discurso no lado da história. In: E. Orlandi (Org.) Gestos de Leitura – da história no discurso. Campinas: Editora da Unicamp, 1994.
GUIMARÃES, E. (Org.). A ciência entre as políticas científicas e a mídia. Produção e Circulação do Conhecimento: Estado, Mídia, Sociedade. Campinas: Pontes, 2001, p. 73-79.
LAURIA, D.; BONNIN, J. E. Diccionarios ON-LINE: hacia uma nueva fase del processo de gramatización de la lengua española. Línguas e Instrumentos Linguísticos, nº 36, jul-dez 2015, p. 293-322.
MEDEIROS, V. Cartografias das línguas: glossários para livros de literatura. Alfa, São Paulo, 60 (1): 79-93, 2016.
NUNES, J. H. Lexicologia e lexicografia. Introdução às ciências da linguagem- a palavra e a frase. Campinas: Pontes, 2006, p. 147-170.
NUNES, J. H. Dicionários no Brasil: análise e história: do século XVI ao XIX. Campinas: Pontes, 2006a.
NUNES, J. H. A Enciclopédia Discursiva da Cidade (ENDICI). In: A. C. F. Ferreira ; R. T. Martins. Linguagem e Tecnologia. Campinas: RG Editora, p. 159-175.
ORLANDI, E. (Org.) Para uma Enciclopédia da Cidade. Campinas: Pontes/Labeurb-Unicamp, 2003.
ORLANDI, E. P. Cidade dos Sentidos. Campinas: Pontes, 2004.
ORLANDI, E. P. (Org.) Cidade Atravessada – Os Sentidos Públicos no Espaço Urbano. Campinas:Pontes,2001.
ORLANDI, E. P. Análise de Discurso e contemporaneidade científica. In: ____. Discurso em Análise – sujeito, sentido, ideologia. Campinas: Pontes, 2012, p. 37-54.
PAYER, M. O. Memória da imigração e processos de identificação em mídia jornalística. In: Discurso, espaço, memória – caminhos da identidade no sul de Minas. Campinas: RG Editora, 2011, p. 35-56.
PECHEUX, M. Leitura e memória: projeto de pesquisa. In: Análise de Discurso: Michel Pêcheux. Campinas: Pontes, 2011, p. 141-150.
PETRI, V. Um outro olhar sobre o dicionário: a produção de sentidos. Santa Maria: UFSM, PPGL-. Editores, 2010.
ROBIN, R. Du flâneur au nômade. In: _____. Mégapolis – les derniers pas du flâneur. Paris: Éditions Stock, 2009, p. 84-104.

O Labjor é um centro de referência para a formação e para os estudos em divulgação científica e cultural. Oferece, de forma multidisciplinar, cursos de pós-graduação, e proporciona pesquisas e produtos culturais que contribuem para a análise da dinâmica das relações entre ciência e sociedade.
Universidade Estadual de Campinas - Unicamp
Rua Seis de Agosto, 50 - 3º piso - CEP: 13083-873
Fones: (19) 3521-2584 / 3521-2585 / 3521-2586 / 3521-2588
Ver endereço para envio de correspondências
LABORATÓRIO DE ESTUDOS AVANÇADOS EM JORNALISMO - UNICAMP