Dossiês Entrevistas Resenhas Notícias Memória Fototeca Agenda Quem somos Fale conosco
Frevo de hoje destaca-se pela improvisação
Museu preserva acervos de grandes nomes da literatura nacional
Uma câmera na mão e uma idéia na cabeça? Mito do improviso é questionado
22 anos depois, Gilberto Velho reflete sobre tombamento de terreiro
Revista do Patrimônio sobre Museus é lançada no Rio de Janeiro
Frevo nasceu como fenômeno de resistência popular
Página inicial > Notícias
Livro reúne projetos premiados em concurso sobre patrimônio cultural
Patricia Mariuzzo
Museu Casa da Providência, em Mariana (MG)
17/10/2005

Em 2004, a Fiat lançou o projeto Tesouros do Brasil para promover a identificação de novos bens culturais e a revitalização do patrimônio por jovens do ensino fundamental e médio. Mais de 13.600 estudantes foram em busca de “tesouros” nos acervos culturais das cidades brasileiras. As pesquisas se traduziram em 1.296 trabalhos inscritos. Desse total, 51 projetos foram selecionados e estão no livro Tesouros do Brasil que está sendo lançado este mês nas principais capitais brasileiras e será distribuído para todas as escolas que participaram do concurso e também para bibliotecas públicas e museus. O livro possui também uma versão on line, chamada “Guia de Bens Culturais”, que pode ser acessada pela internet no site http://www.tesourosdobrasil.com.br

O projeto Tesouros do Brasil tem o objetivo de estimular os jovens a descobrir e valorizar o patrimônio cultural do paísl. “Ele amplia a abordagem cultural, presente em iniciativas anteriores da Fiat, para o patrimônio brasileiro nas suas mais diversas acepções como os bens materiais históricos, artísticos ou naturais, ou bens imateriais como a memória de uma comunidade ou povoado”, explica Erick Krulikowski, coordenador do projeto. Os alunos tiveram que identificar bens culturais (já reconhecidos ou não) que considerassem importantes para a identidade cultural de sua cidade. Depois da escolha, vinha o levantamento histórico. Na edição de 2004, a participação aconteceu em grupos de cinco alunos ou mais, formados em escolas públicas e privadas de todo o país, sendo obrigatória a presença de um professor responsável pelo trabalho.

O primeiro lugar ficou com o projeto sobre Museu Casa da Providência, de Mariana (MG). Todos os 795 alunos do Colégio Providência, de Mariana, mantido pela ordem religiosa Companhia das Filhas da Caridade, envolveram-se no projeto cuja proposta foi a incorporação do museu ao patrimônio cultural do município, do estado e da União. Para isso, os alunos fizeram um minucioso levantamento de todo o acervo do casarão que serviu de moradia as primeiras 12 irmãs vicentinas que vieram da França em 1849. O Museu reconstitui e preserva não só os ambientes da casa, como o parlatório, o refeitório, o chambre (sala de repouso), mas também os objetos que retratam o cotidiano das religiosas, além de relíquias como fotografias, diários e adornos religiosos. O projeto foi orientado pela professora Maria das Dores Miranda Santos Faria, que contou com a participação dos professores e funcionários da escola, além dos pais de alunos e da comunidade. Os quatro melhores projetos receberam, além de um troféu e um certificado, uma verba de R$ 7 mil para iniciar a implantação da proposta de sensibilização apresentada. Os professores responsáveis receberam ainda um cheque de R$ 3 mil.

A edição 2005 do projeto Tesouros do Brasil já está acontecendo e recebe inscrições até o dia 31 de outubro. A novidade deste ano é a possibilidade de participação individual, com uma interpretação artística criativa do bem cultural pesquisado pelos grupos. A organização vai distribuir R$ 52 mil e ainda um computador e uma impressora para escola do projeto vencedor. Os participantes na categoria individual receberão R$ 1 mil cada. São parceiros da Fiat as empresas Usiminas e Magnetti Marelli. O projeto tem o apoio da Unesco, do Iphan e dos ministérios da Cultura e da Educação.

Imprimir esta matéria Enviar por e-mail