Dossiês Entrevistas Resenhas Notícias Memória Fototeca Agenda Quem somos Fale conosco
Frevo de hoje destaca-se pela improvisação
Museu preserva acervos de grandes nomes da literatura nacional
Uma câmera na mão e uma idéia na cabeça? Mito do improviso é questionado
22 anos depois, Gilberto Velho reflete sobre tombamento de terreiro
Revista do Patrimônio sobre Museus é lançada no Rio de Janeiro
Frevo nasceu como fenômeno de resistência popular
Página inicial > Notícias
Ameaças ao patrimônio da humanidade na China
Mariella Silva de Oliveira
26/01/2006

Mais de 50 mil Budas esculpidos nas Grutas de Yungang, na China, estão sendo corroídos pela ação de pó e dióxido sulfúrico vindos das indústrias e minas de carvão da região. Os especialistas associam a má conservação à força de intempéries como sol, vento e chuva, sendo necessárias medidas de emergência para evitar a deformação. “O governo chinês não é democrático e, na questão da preservação do patrimônio, está mais preocupado com os vestígios do império chinês do que com o budismo indiano, apesar de a maioria da população se declarar budista.”, diz Pedro Paulo Funari, arqueólogo e professor da Unicamp.

As indústrias e minas de carvão na China são altamente poluentes e, de acordo com Funari, dificilmente o governo chinês tomará atitudes que possam diminuir o ritmo dessas atividades para preservar os budas. Segundo ele, as minas de carvão são responsáveis por grande parte da geração de energia barata do país e absorvem a mão-de-obra desqualificada. Além disso, o patrimônio religioso é subordinado ao desenvolvimento econômico, e a prioridade é a melhoria de vida da população.

A poluição é uma ameaça aos objetos arqueológicos pois sua ação é gradativa e perceptível só a longo prazo, daí a importância de estudos que detectem alterações e alertem os governos para que tomem providências.

Os vestígios arqueológicos espalhados pelo mundo só são conhecidos hoje devido a práticas de conservação. Em Atenas, capital da Grécia, por exemplo, desde 2004 a legislação limita o uso dos automóveis e prioriza o transporte público para diminuir a quantidade de gases poluentes em contato com a Acrópole. Essa construção é o mais antigo e importante monumento da civilização ocidental e recebe muita poluição devido a sua localização no alto da cidade.

Em Yungang, está o maior grupo de grutas preservado do país, tombadas pela Unesco como Patrimônio Cultural Mundial em 2001. Esse título trouxe benefícios culturais e econômicos, mas o órgão não tem poder de gerenciamento ou decisão e pode apenas sugerir ações de preservação.

Imprimir esta matéria Enviar por e-mail