.
Categorias de Produções


Arqueologia: uma atividade muito divertida

Este livro tem por objetivo promover o diálogo entre Arqueologia Pública e Divulgação Científica para o público infantil. Parte da construção do conhecimento arqueológico numa perspectiva que prioriza o diálogo entre ciência e sociedade, enfocando os processos identitários relativos à produção material humana.

Realização: Laboratório de Arqueologia Pública Paulo Duarte (Unicamp). Concepção: Pedro Paulo Funari, Vera Toledo e Glória Tega.


Divulgando o patrimônio arqueológico

A obra tem o objetivo de ampliar a comunicação da arqueologia. É uma parceria com o Laboratório de Arqueologia Pública do Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (LAP/Nepam), Labjor, Sociedade de Arqueologia Brasileira (SAB), com patrocínio da Petrobrás. Compila uma série de reflexões originais e inovadoras sobre a arqueologia e representa um esforço para mostrar resultados de pesquisas na área no Brasil.

Organizadores: Vera Regina Toledo Camargo e Pedro Paulo Funari.


Vozes e silenciamentos em Mariana: crime ou desastre ambiental?

"Vozes e silenciamentos em Mariana: crime ou desastre ambiental?" conta a trajetória, antecedentes e desdobramentos do derramamento de rejeitos da barragem de Fundão, da empresa Samarco, sobre os subdistritos de Mariana, no dia 5 de novembro de 2015, provocando a morte de 19 pessoas e causando impactos sociais e ambientais que se estenderam por 40 municípios dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, até chegar ao Oceano Atlântico. Esta é uma história para não ser repetida ou esquecida.

Organizadora: Graça Caldas


Seminários de Comunicação Banco do Brasil em parceria com Labjor

A Imprensa em Questão

O livro é resultado do seminário A Imprensa em Questão, realizado pelo Labjor. Nele, a imprensa é vista de diferentes lugares filosóficos, epistemológicos, políticos, sociais e profissionais por personalidades com papel fundamental dentro do processo de desenvolvimento da imprensa e da formação de opinião no país.


Produção e Circulação do Conhecimento: Estado, Mídia, Sociedade

Apresenta resultados de pesquisas desenvolvidas no projeto Núcleo de Jornalismo Científico - Pronex que se ocupa dos estudos das políticas científicas no Brasil, e da circulação social do conhecimento, com especial atenção para o Jornalismo Científico. Traz uma reflexão sobre as relações entre o Estado, a produção de conhecimento e a mídia.


Percepção Pública da Ciência

O objetivo do projeto Percepção Pública da Ciência é avaliar as atitudes do público diante da produção de ciência e como a sociedade percebe a ciência e a tecnologia. A pesquisa, foi realizada em 2002/2003, por iniciativa da Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI) e da Rede Ibero-Americana de Indicadores de Ciência e Tecnologia (Ricyt/Cyted), em cidades de quatro países ibero-americanos, para que fosse feita uma análise para entender a imagem que as pessoas têm da Ciência e Tecnologia.

O trabalho foi publicado em novembro de 2003 pela Editora da Unicamp, com apoio da Fapesp. O livro, em português e espanhol, foi organizado por Carlos Vogt, coordenador do Labjor, e por Carmelo Polino, responsável pela área de programas horizontais e projetos do Centro de Estudos sobre Ciência, Desenvolvimento e Educação Superior da Argentina.


Prêmio Jovem Cientista - Histórias da Pesquisa no Brasil

A Fundação Roberto Marinho encomendou à equipe do Labjor a produção e edição dos 18 capítulos do livro Prêmio Jovem Cientista - Histórias da Pesquisa no Brasil, publicado com o apoio da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo. O texto tem como enfoque principal o papel que o Prêmio teve na vida de cada um, seja no instantâneo da cerimônia de premiação, na expectativa do seu recebimento ou, ainda, no desdobramento que o reconhecimento de sua pesquisa teve para destino profissional e pessoal. O Prêmio, instituído em 1981, foi uma iniciativa do Grupo Gerdau, do CNPq, da Fundação Roberto Marinho e da Eletrobrás/Procel.


Produção e circulação do conhecimento: política, ciência, divulgação

O domínio do saber, que se constrói segundo requisitos constituídos historicamente, está afetado, de um lado, pela ação do Estado (as políticas científicas), e, de outro, pela mídia, na medida em que esta se coloca como mediadora entre o cientista, o estado e a sociedade. É deste embate que esta obra trata, propondo interpretações específicas para todos os que se ocupam de questões de política científica, história da ciência, divulgação de ciência e tecnologia, jornalismo científico e educação.


Comunicação e Esporte - Tendências

A obra está dividida em duas partes: a primeira, Comunicação e Esportes, apresenta seis artigos, cuja proposta é enfatizar a relação do esporte com os meios de comunicação e suas evidências na sociedade moderna. Na segunda parte, intitulada Futebol: a Paixão Nacional, outros quatros artigos trazem relatos de pesquisas realizadas sobre o futebol e como ele se faz presente no imaginário do cidadão brasileiro.

Organizadores: José Carlos Marques, Sérgio Carvalho e Vera Regina Toledo Camargo.


O Labjor é um centro de referência para a formação e para os estudos em divulgação científica e cultural. Oferece, de forma multidisciplinar, cursos de pós-graduação, e proporciona pesquisas e produtos culturais que contribuem para a análise da dinâmica das relações entre ciência e sociedade.
Universidade Estadual de Campinas - Unicamp
Rua Seis de Agosto, 50 - 3º piso - CEP: 13083-873
Fones: (19) 3521-2584 / 3521-2585 / 3521-2586 / 3521-2588 Fax: (19) 3521-2599
LABORATÓRIO DE ESTUDOS AVANÇADOS EM JORNALISMO - UNICAMP