Últimas notícias
Observatório da Imprensa completa 25 anos de crítica da mídia
Processo seletivo Mestrado 2021 / 2022: Lista de Aprovados
Centro Esportivo Virtual (CEV) comemora 25 anos
Podcast Mundaréu vence o Prêmio Anpocs de Divulgação Científica em Ciências Sociais
Produções ligadas ao Labjor são premiadas no 1º UnBcast – Encontro Internacional de Podcasts Universitários
Começa hoje congresso que trata de negacionismo em tempos de desinformação
Morre Carlos Terena, criador dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas
Jornalismo científico perde Maurício Tuffani
Saberes indígenas e divulgação científica se misturam no ECOA MALOCA
Podcast “Mundaréu” lança segunda temporada 

Arquivo de notícias

Convite para o 2º SIMBIOSE – 22/11/2019


Notícia publicada em: 22 de novembro de 2019

Convidamos todos para o “2o. SIMBIOSES – Encontro de artes, ciências, filosofias e mudanças climáticas” que terá como tema “Refúgios para espantar o Antropoceno” e vai receber: Claudia Tavares (artista visual e doutora pela UERJ), Antonio Carlos Amorim (professor da FE-Unicamp e do grupo OLHO) e Vitor Chiodi (antropólogo e doutorando do IFCH-Unicamp), na sexta-feira 22/11, das 14h às 17:30, na sala ED06 da Faculdade de Educação da Unicamp.

Programação | 2o. SIMBIOSES “Refúgios para espantar o Antropoceno”

Claudia Tavares “Uma artista e duas florestas”

A proposta é apresentar duas experiências artísticas próprias em duas florestas distintas: uma sertaneja, outra amazônica. Os trabalhos ou experimentos desenvolvidos em ambas florestas levam em conta suas particularidades e dialogam com seus ambientes, mas também partem da ideia comum de convocar a natureza como coautora do trabalho de arte, deslocando-a de um lugar de objeto de contemplação e/ou exploração para um lugar de sujeito, de agente que assume o lugar de parceria em trabalhos de arte.

Claudia Tavares é Doutora em Processos Artísticos Contemporâneos pelo Instituto de Artes UERJ, sendo contemplada com a Bolsa Faperj Nota 10 2016 e Bolsa Capes PDSE 2017. É Mestra em Artes pela Goldsmiths College, Londres e em Linguagens Visuais pela Escola de Belas Artes, UFRJ. O trabalho artístico se apoia principalmente na linguagem da fotografia e do vídeo, com pensamento instalativo em convívio com objetos, desenhos e cadernos de artista.

Antonio Carlos Rodrigues de Amorim “Entre-imagens e o refúgio sensível das existências”

Procurarei apresentar vídeos experimentais em que as imagens e sons são disparadores de um pensamento transversal sobre as possibilidades de as diferenças seguirem existindo nos tempos atuais.

Antonio Carlos Amorim é professor Livre Docente na Faculdade de Educação da Unicamp e pesquisador do Laboratório de Estudos Audiovisuais (Olho) e Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor). Pesquisador Principal do Projeto Temático Fapesp – INCT para Mudanças Climáticas (INCT-MC) – Processo 14/50848-9.

Yama Chiodi “Como escrevem os fungos? Escritas moleculares e as potências microontológicas”

Fungos escrevem e pensam para escrever. E eles não estão sozinhos. Esse é o princípio radical que governa meu experimento. Se deixamos que as escalas pequenas demais para os olhos humanos nos afetem, começamos a ver as potências do que Debuleena Roy chamou de microontologias. Microontologias podem mostrar que antropocêntrico não é imaginar que fungos e bactérias possam pensar e escrever, mas assumir que essas atividades sejam invenções e propriedades humanas. Se as vidas microbiológicas emaranhadas escrevem e pensam, como o fazem? Podem os fungos ensinar metodologias científicas? O que podemos aprender com os fungos para pensar uma política para as mudanças climáticas?

Vitor Chiodi é antropólogo e doutorando em Ciências Sociais pela Unicamp. Explora os encontros multiespécies que fazem arte, antropologia e biologia se confundirem. Membro do Laboratório de Ficção, Ciências e Cultura (LABFICC).

Este evento conta com o apoio do Mestrado em Divulgação Científica e Cultural (MDCC), do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor) e Instituto de Estudos da Linguagem (IEL), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e faz parte do projeto INCT-Mudanças Climáticas Fase 2, financiado por: CNPq projeto 465501/2014-1, FAPESP projeto 2014/50848-9 e CAPES projeto 16/2014. É organizado pelo grupo multiTÃO, sob coordenação de Susana Oliveira Dias (Labjor-Nudecri-Cocen-Unicamp).

O Labjor é um centro de referência para a formação e para os estudos em divulgação científica e cultural. Oferece, de forma multidisciplinar, cursos de pós-graduação, e proporciona pesquisas e produtos culturais que contribuem para a análise da dinâmica das relações entre ciência e sociedade.
Universidade Estadual de Campinas - Unicamp
Rua Seis de Agosto, 50 - 3º piso - CEP: 13083-873
Fones: (19) 3521-2584 / 3521-2585 / 3521-2586 / 3521-2588
Ver endereço para envio de correspondências
LABORATÓRIO DE ESTUDOS AVANÇADOS EM JORNALISMO - UNICAMP