Últimas notícias
Programa de Mestrado celebra 10 anos e lança coletânea “Ciências, Culturas e Tecnologias”
Processo seletivo: Pós-doutorado (PNPD/CAPES)
Processo seletivo: XI Edição do Curso de pós-graduação em Jornalismo Científico
Pesquisa quer saber como os cientistas divulgam o seu trabalho
Inscrições abertas para o evento “Laboratório, política e linguagem”
Graça Mascarenhas, jornalista da Fapesp, morre em São Paulo
Alunas do Labjor contempladas no edital Serrapilheira
Livro reúne pesquisas desenvolvidas pela Rede Lavits
MDCC – Resultado final
Podcast Oxigênio veicula produções financiadas pela Fapesp

Arquivo de notícias

Nova edição da pesquisa sobre Percepção Pública da Ciência e Tecnologia no Brasil sairá em 2019


Notícia publicada em: 28 de agosto de 2018

Por Beatriz Guimarães

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) autorizou a realização da quarta edição da pesquisa “Percepção Pública da Ciência e Tecnologia no Brasil”. A notícia foi dada em primeira mão por Adriana Badaró, do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), em passagem pelo Labjor/Unicamp. A coordenadora da pesquisa explicou que, assim como na edição anterior, de 2015, o estudo será realizado pelo CGEE, sob encomenda do MCTIC, contando ainda com a colaboração de pesquisadores de diferentes instituições brasileiras. Os resultados devem ser obtidos no início de 2019.

Por meio de um questionário, a pesquisa coleta percepções de jovens e adultos de todas as regiões do país sobre Ciência e Tecnologia (C&T). Entre os tópicos abordados, estão: interesse em notícias sobre C&T, grau de acesso à informação, opinião sobre o papel da C&T e dos cientistas na sociedade, participação social e política do entrevistado, entre outras questões.

A enquete traz novas variáveis a cada edição, mas mantém um núcleo fixo de perguntas para garantir tanto a comparabilidade com resultados de anos anteriores como a observação da percepção pública sobre C&T no Brasil ao longo do tempo. Esses dados podem servir, por exemplo, para embasar e avaliar ações de educação e popularização da ciência no país.

“É interessante perceber o comportamento otimista do brasileiro em relação à ciência e à tecnologia. Apesar disso, é importante ressaltar que há também uma visão crítica sobre como a ciência é produzida no país”, explica Badaró, referindo-se principalmente aos resultados obtidos em 2015. Para ela, a pesquisa indica uma lacuna de acesso à informação e a espaços de produção e popularização da ciência, como museus. “A falta de acesso é maior que a falta de interesse”, completa.

Mesmo frente às constantes notícias sobre os cortes orçamentários para C&T no Brasil, Badaró acredita que a continuidade da pesquisa não está ameaçada. “É difícil, mas acho que a cada resultado nós vamos conquistando mais esse espaço. Temos certeza que a pesquisa será novamente um sucesso, e assim teremos ainda mais argumentos para defender a realização das próximas edições”, diz.

O Labjor é um centro de referência para a formação e para os estudos em divulgação científica e cultural. Oferece, de forma multidisciplinar, cursos de pós-graduação, e proporciona pesquisas e produtos culturais que contribuem para a análise da dinâmica das relações entre ciência e sociedade.
Universidade Estadual de Campinas - Unicamp
Rua Seis de Agosto, 50 - 3º piso - CEP: 13083-873
Fones: (19) 3521-2584 / 3521-2585 / 3521-2586 / 3521-2588 Fax: (19) 3521-2599
LABORATÓRIO DE ESTUDOS AVANÇADOS EM JORNALISMO - UNICAMP