Últimas notícias
Inscrições para processo seletivo de Mestrado do Labjor / IEL
Labjor lança ebook sobre divulgação científica
Pesquisadores lançam livro de reflexões sobre arqueologia
Morre José Marques de Melo, criador do Labjor e pioneiro da Comunicação no Brasil
Labjor suspende atividades em razão do desabastecimento
Divulgação científica com chopp e descontração*
Alberto Dines, um dos fundadores do Labjor, morre aos 86 anos
Ao Dines, com carinho*
Pint of Science começa hoje, aproximando a ciência do público de forma leve e descontraída
Resultado do Processo Seletivo de Pós-Doutorado em Divulgação Científica e Cultural

Arquivo de notícias

Pint of Science começa hoje, aproximando a ciência do público de forma leve e descontraída


Notícia publicada em: 14 de maio de 2018

Começa nessa segunda-feira (14) o festival de divulgação científica Pint of Science, que segue até quarta-feira, 16 de maio, com extensa programação em 21 países. No Brasil, será realizado em 56 cidades, com início às 19h30.

O evento tem como proposta dialogar com o público sobre diversos temas relacionados à ciência de forma descontraída.

A edição de Campinas será realizada em 6 bares durante os três dias. “Esperamos atrair em torno de 2.500 pessoas, em 6 bares na cidade, com 18 temas muitíssimo interessantes, com 36 palestrantes no total, para debater, em um ambiente descontraído, mas com muito conteúdo de qualidade, assuntos de extrema relevância social”, disse em entrevista ao programa Oxigênio Luiz Carlos Dias, coordenador do evento no município e professor do Instituto de Química da Unicamp.

Ana Carolina de Moura Delfim Maciel, do Centro de Memória (CMU) e coordenadora dos Centros e Núcleos Interdisciplinares de Pesquisa, e Simone Pallone, coordenadora do Labjor, fazem parte da comissão organizadora do evento. Alunos do Labjor, dos cursos de Especialização em Jornalismo Científico e do Mestrado em Divulgação Científica e Cultural também colaboram com o evento, na divulgação das apresentações, em textos e nas redes sociais, e em atividades nos bares, como organização e cobertura fotográfica.

O jornalista e escritor Carlos Orsi falará hoje no Lord’s Pub. A ideia é abordar o “tripé” sobre o qual se sustentam as fake news: as novas mídias, as mídias tradicionais e o próprio público. Segundo ele, as fake news dependem dessas três pernas para produzirem efeito, e o papel das novas mídias tem sido mais valorizado do que o das outras duas pernas.

Outra palestra disponível hoje na programação é a da professora do Instituto de Física da Unicamp, Flávia Sobreira. Segundo a pesquisadora, o Pint of Science é uma oportunidade muito interessante de divulgar a ciência e sua importância, mostrando ao público que ela está muito mais próxima do cotidiano do que se pensa, em todas as áreas do conhecimento. “Os avanços científicos e tecnológicos vindos da astronomia e cosmologia, por exemplo, são diretamente benéficos para a sociedade. Por exemplo, as câmeras digitais hoje usam um dispositivo conhecido como CCD, que foi originalmente desenvolvido para as pesquisas de astronomia”, diz. A professora levará o debate ao bar Alzirão, em Barão Geraldo.

“O Pint of Science dá a oportunidade de aproximação da ciência. Se isso acontecer de forma competente, a população entenderá que a ciência não deve ser ilustrada com o cientista de cabelos brancos esvoaçados, jaleco sujo e língua para fora da boca. Com a população e os governantes bem informados sobre ciência, o incentivo desse capital estratégico trará, quiçá um dia, a liderança do país em desenvolvimento de produtos patenteados, de qualidade, genuinamente brasileiros, melhorando a economia e reduzindo as diferenças sociais”, pondera Dennys Cintra, que também está na programação do evento em Campinas.

Cintra coordena o Laboratório de Genômica Nutricional na Unicamp e, no diálogo, dia 15, abordará a questão dos alimentos funcionais. “O que define um alimento como funcional? O termo “funcional” tornou alguns alimentos superpoderosos. Mas atrás de qualquer superpoder existe o vilão. Tratar alimento como herói ou vilão está correto? Quanto preciso comer para atingir essa “proteção”? Preciso pagar mais caro por isto? E um simples arroz, ou o nosso querido feijão, não são funcionais?”, questiona.

Além de Campinas, Limeira e Piracicaba, onde há campi da Unicamp, também recebem o festival. Confira a programação:

Em Campinas
Lado B – Av. Albino J. B. de Oliveira, 1240 – Barão Geraldo

14/05 – Inteligência artificial

15/05 – Fármacos

16/05 – Sirius e Pré-Sal

Alzirão – R. Francisco de Barros Filho, 432 – Barão Geraldo

14/05 – Química e Universo

15/05 – Relatividade e raios cósmicos

16/05 – Doenças negligenciadas

Da Vinci R. Dr. Sampaio Ferraz, 503, Cambuí, Campinas

14/05 – Política de drogas

15/05 – Matemática

16/05 – Clima e vulcões

The Lord’s Pub – R. Américo Brasiliense, 350, Cambuí, Campinas

14/05 – Fake news

15/05 – Alimentação e saúde

16/05 – Gêneros e transgêneros

Tonico’s Boteco – R. Barão de Jaguara, 1373, Centro, Campinas

14/05 – Boatos (internet)

15/05 – Sustentabilidade urbana

16/05 – CSI: Química

Vila das Brejas – Av. Dr. Romeu Tórtima, 593 – Barão Geraldo

14/05 – Utopias e distopias

15/05 – Clima e água

16/05 – Ciência e pseudociência

Em Limeira
Evil Garage Bar – Av. Maria Teresa Silveira de Barros Camargo, 392.

14/05 – Café com resíduos / Os robôs tomarão nossos empregos

15/05 – Água, sofá e cocaína / Nunca vai acontecer comigo!

16/05 – Varredura digital com drones, vôos que preservam/ A ciência da resiliência ou a resiliência da ciência

O’Connell Pub – Av. Piracicaba, 497.

14/05 – O moderno e o antigo: o que o mundo exige e o que as escolas ensinam/ Esporte de bandeja: entrada, prato principal e sobremesa

15/05 – Livros, artes, pesquisas e a questão ambiental no Brasil/ Vigilância, algoritmos e sociedade do controle

16/05 – Filosofia, literatura e liberdade / Cadeias produtivas agropecuárias

Em Piracicaba
Pizzaria ForLen – Av. Comendador Luciano Guidotti, 95.

14/05 – Para que serve a energia nuclear mesmo?

15/05 – O que a física nos ensina?

Pizzaria Babbo Piracicaba – Rua Luiz de Queiroz, 670.

14/05 – Tecnologia, alimentação e saúde

15/05 – A ciência por trás do que bebemos

16/05 –  Vamos falar sobre a boca?

O Labjor é um centro de referência para a formação e para os estudos em divulgação científica e cultural. Oferece, de forma multidisciplinar, cursos de pós-graduação, e proporciona pesquisas e produtos culturais que contribuem para a análise da dinâmica das relações entre ciência e sociedade.
Universidade Estadual de Campinas - Unicamp
Rua Seis de Agosto, 50 - 3º piso - CEP: 13083-873
Fones: (19) 3521-2584 / 3521-2585 / 3521-2586 / 3521-2588 Fax: (19) 3521-2599
LABORATÓRIO DE JORNALISMO AVAÇANDO - UNICAMP