Últimas notícias
Homologadas as inscrições para concurso do Labjor
Inscrições homologadas no Mestrado em Divulgação Científica e Cultural
Labjor-Unicamp promove entrevistas ao vivo na Semana Nacional de C&T
Desastre de Mariana é tema de livro de pesquisadores e alunos do Labjor
Aluna do Labjor conquista vaga em expedição marítima
Pesquisador do Labjor lança livro no Shopping Parque D. Pedro
Aluno do Labjor publica livro de crônicas
Labjor contribui com livro voltado às mudanças climáticas
Exposição sobre luz: bom programa para as férias
Lista de aprovados no processo seletivo da Especialização em Jornalismo Científico

Arquivo de notícias

Desastre de Mariana é tema de livro de pesquisadores e alunos do Labjor


Notícia publicada em: 11 de outubro de 2017

Dia 18 de outubro será lançado o livro Vozes e silenciamentos em Mariana: crime ou desastre ambiental?, com debate de especialistas. A obra foi organizada pela jornalista e pesquisadora Graça Caldas, com textos de 35 alunos do Labjor.

O debate trará questões sobre os múltiplos efeitos do desastre de Minas Gerais, em seus aspectos ambientais, sociais, políticos, econômicos, históricos e midiáticos. A mesa-redonda será composta pelo biólogo Carlos Joly (IB/Biota-Fapesp – Unicamp), os sociólogos Roberto do Carmo (IFCH/Nepo – Unicamp) e Olga von Simson (FE/Centro de Memória – Unicamp), e o jornalista Mateus Parreiras, do jornal O Estado de Minas, premiado pela cobertura do rompimento da barragem.

O livro, em formato digital (ou impresso sob demanda), examina o desastre, seus antecedentes e desdobramentos. Com 352 páginas amplamente ilustradas, tem sete capítulos: Meio ambiente, Política e economia: uma difícil equação; A vida antes da tragédia; Da água para a lama; Viagem ao epicentro; O desastre ambiental: vozes e visibilidade; Memória e esquecimento. A edição final é das jornalistas Graça Caldas e Adriana Menezes, o projeto gráfico e editoração de Fabiana Bressano e a edição de fotografia de Camila Brunelli.

Uma história para não ser esquecida

Dia 5 de novembro, o rompimento da barragem do Fundão da empresa de mineração Samarco, em Bento Rodrigues, Mariana (MG), completará dois anos. O desastre ambiental, considerado pelos especialistas como o maior do Brasil, deixou um saldo de 19 mortes e afetou a vida de toda a comunidade local, que até hoje espera por promessas não cumpridas.

Programação

Local: Auditório do DGA (Diretoria Geral da Administração) da Unicamp.

14h30 – Abertura do evento
Carlos Vogt (coordenador do Labjor)
Ana Carolina de Moura Delfim Maciel (Cocen)
Simone Pallone (Nudecri/Labjor)
Graça Caldas (Labjor)

15h00 – Mesa-redonda de apresentação do livro
Graça Caldas
Adriana Menezes
Fabiana Grassano
Camila Brunelli

15h20 – Café

15h30 – Mesa-redonda “Os múltiplos efeitos de Mariana”
Efeitos ambientais: Carlos Joly (IB-Unicamp/Biota)
Efeitos sociais: Roberto do Carmo (IFCH/Nepo-Unicamp)
Efeitos de memória: Olga Von Simson (FE e Centro de Memória-Unicamp)
Efeitos na mídia: Mateus Parreiras (O Estado de Minas)

17h às 18h – Debate e encerramento

Evento do Facebook

O Labjor é um centro de referência para a formação e para os estudos em divulgação científica e cultural. Oferece, de forma multidisciplinar, cursos de pós-graduação, e proporciona pesquisas e produtos culturais que contribuem para a análise da dinâmica das relações entre ciência e sociedade.
Universidade Estadual de Campinas - Unicamp
Rua Seis de Agosto, 50 - 3º piso - CEP: 13083-873
Fones: (19) 3521-2584 / 3521-2585 / 3521-2586 / 3521-2588 Fax: (19) 3521-2599
LABORATÓRIO DE JORNALISMO AVAÇANDO - UNICAMP